Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘creme de leite’

Eu tenho certeza que esta receita que Cuisinez Fácil apresenta hoje fará certos níveis de sucesso no encerramento da sua refeição. A receita é, literalmente, simples. Confesso que não sou muito fã de chocolate branco. Prefiro o pretinho ao leite ou meio amargo. Mas, abrir concessões de vez em quando não mata ninguém, não é verdade? Ainda mais em se tratando de comida. Então, caneta e papel na mão porque lá vem receita básica.

Vive la bonne cuisine!

jo

Imagem: Joannes Lemos

Mousse de Chocolate Branco com lascas de chocolate meio amargo: hummm!


Tire da despensa:

– 300 gramas de chocolate branco

– 500 ml de creme de leite fresco

– 150 gramas de lascas de chocolate meio amargo

Mão na Massa:

Pique o chocolate branco finamente e derreta-o em banho-maria. Bata o creme de leite fresco vigorosamente até que fique firme e não se desprenda do batedor (fuê). Coloque 100 ml do creme batido em uma tigela e leve o restante para gelar. Despeje o chocolate derretido sobre os 100 ml de creme e bata vigorosamente com o batedor.

Depois, acrescente levemente o restante do creme batido, com ajuda de uma espátula flexível. É importante adicionar com bastante cuidado para não deixar sair do ponto que o creme de leite havia adquirido. Distribua a mousse em taças individuais até metade e leve para gelar por no mínimo 3 horas. Se você tiver uma cozinha com poucos utensílios, coloque a sobremesa em um refratário.

Tire a mousse da geladeira 30 minutos antes de servir, para não ficar muito fria, e espalhe por cima as lascas de chocolate meio amargo.

Bon appétit!


Glossário para iniciantes perdidos:

  • Creme de leite fresco: “Afinal, o que é o creme de leite fresco?”. “Onde consigo encontrá-lo?”. Essa dúvida cruel também pairou por muito tempo em minha cabeça, até que descobri em uma conversa descompromissada com uma amiga nutricionista que creme de leite fresco é vendido nos supermercados com o nome “creme de leite pasteurizado”. Agora sim, hein!! Geralmente ele é vendido em garrafinhas de plástico na cor branca (as embalagens mais adequadas para conservá-lo). O creme de leite fresco é, sem medo de errar, o mais saboroso de todos da sua família, sendo o único capaz de fazer o verdadeiro chantilly. O creme de leite fresco deve ser mantido resfriado, sempre. Então, saiu do supermercado com ele na sacola, vá direto pra sua casa guardá-lo.
  • Banho-maria: Essa técnica é muito utilizada no derretimento de chocolate, pois o mesmo não pode ser submetido à temperaturas elevadas demais. Como ocorre? Coloque uma panela com água no fogo, a uma temperatura de aproximadamente 120° a 150° (o que representa um fogo baixo). Dentro desta panela, coloque outra panela menor com o chocolate dentro. O calor da água é quem vai derreter o chocolate. Esse processo é lento e exige paciência.

Outra maneira de derreter o chocolate é levando-o ao micro-ondas. Coloque em um recipiente apropriado para este tipo de aparelho. Programe 40 segundos, retire e mexa. É necessário mexer, pois o calor do chocolate ajuda a derreter as outras partes. Nesse primeiro estágio não derrete muito. Leve novamente ao micro-ondas e programe 30 segundos. Retire e mexa bem para o calor se espalhar. Nesse segundo estágio o chocolate já derrete completamente. Se observar umas pelotinhas mexa mais para ajudar a derreter.

Dica:

Para facilitar a preparação do creme de leite, coloque-o na tigela onde ele será batido, leve à geladeira e deixe lá por 15 minutos, para em seguida iniciar o processo.

Curiosidades:

Afinal de contas: chocolate branco é ou não é considerado chocolate? Alguns dizem que sim, mas muitos dizem que não. Na verdade, o chocolate branco não poderia ser chamado “chocolate”, pois não possui em sua fórmula o licor de chocolate. O chocolate branco (aquele bom, não vamos levar em conta as marcas medíocres) contém manteiga de cacau, açúcar, derivados de leite, entre outros. As marcas mais baratas contêm gordura vegetal no lugar da manteiga de cacau, só pra piorar.

Resumo da ópera: chocolate branco é composto de manteiga de cacau, e não de cacau. Mas, mesmo assim, não deixa de ser gostoso.

Faça também:

CUISINEZ FÁCIL: Mousse de Maracujá

Anúncios

Read Full Post »

Descascar as batatas e cortá-las em rodelas. Este é o maior trabalho desta singela receita que Cuisinez Fácil apresenta hoje. Faça este prato fácil e rápido no almoço de domingo. A porção serve bem umas quatro pessoas, e os custos finais não são pesados pro seu bolso. Comidinha gostosa e em conta? Não tem nada melhor. Então vamos à receita.

Vive la bonne cuisine!

joa

Imagem: Joannes Lemos

Batata Gratinada: receitinha básica, gostosa e de preparo rápido



Tire da despensa:

– 6 batatas grandes

– 1 caixa de creme de leite

– 100g de mussarela fatiada bem fina

– 3 colheres de sopa de manteiga

– 1 pacote de queijo parmesão ralado (ou uma peça do queijo ralada na hora)

– Sal a gosto

– Orégano a gosto

– Pimenta do reino a gosto

Mão na massa:

Descasque as batatas e corte-as em rodelas não muito finas. Cozinhe na água com sal até ficarem macias, mas tome cuidado para não deixar por muito tempo para evitar que elas se desmanchem.  O cozimento consiste em deixar as batatas na água por uns 10 minutos – no máximo – após levantar fervura.

Depois de cozidas, escorra a água. Coloque uma camada de rodelas de batata num refratário que possa ir ao forno. Derreta a manteiga no micro-ondas e espalhe por cima das batatas. Espalhe metade do creme de leite, salpique um pouquinho de sal e espalhe as fatias de mussarela. Coloque mais uma camada de batatas, espalhe o restante do creme de leite, salpique um pouco de orégano e, por fim, jogue o queijo parmesão ralado por cima de todo o recipiente.

Leve para gratinar em forno pré-aquecido a 200°C, e deixe lá dentro por uns 15 ou 20 minutos. Se você gosta de pimenta do reino jogue um pouco por cima após retirar do forno.

Bon appétit!

Glossário para iniciantes perdidos:

  • Gratinar: significa tostar a superfície de um prato coberto com creme, pão ralado ou polvilhado com queijo ralado, levando-o ao forno.

Dica:

Se a pressa for grande, você pode degustar o prato sem acompanhamento. Mas, caso queira fazer algo mais, a Batata Gratinada vai bem com um arroz branco, saladinha verde e um franguinho grelhado. Se preferir, coloque o arroz para escanteio.

Curiosidades:

A batata, originária da região dos Andes – aqui na América do Sul – é cultivada há dois mil anos. Segundo alguns testemunhos, a primeira batata chegou à Europa em 1531. Reza a lenda que, ao retornar de uma longa aventura marítima, sir Walter Raleigh trouxe um tubérculo de presente à rainha Elizabeth I da Inglaterra. De fato, a batata inicialmente era cultivada como um ornamento. Só a partir do século 18, ela começou a ser utilizada também na cozinha.

Read Full Post »

Seguindo a tendência de apresentar receitas rápidas e fáceis de preparar, Cuisinez Fácil apresenta hoje uma sobremesa vapt-vupt. Fazer mousse de maracujá é tão simples quanto fritar um ovo – acredito que até mais fácil, pois nem sempre nós conseguimos deixar o ovo do jeito que queremos. Se você nunca fez uma bela mousse e acha que nunca conseguirá fazer, então preste atenção na próxima receita que Cuisinez Fácil apresenta hoje e aprenda. Não há nenhum mistério e você usará pouquíssimos ingredientes para fazer esta mousse simples.

Vive la bonne cuisine!

fsd

Imagem: Joannes Lemos

Mousse de Maracujá: mais prático do que isso, impossível



Tire da despensa:

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite

2 maracujás grandes

3 colheres de sopa de água

Mão na massa:

Corte os dois maracujás, retire a polpa e jogue no liquidificador. Adicione as três colheres de água e bata bem. Coe o suco com a ajuda de uma peneira. Reserve. No mesmo liquidificador – e sem lavá-lo, para que os pequenos pedacinhos de semente de maracujá deem um charme a mais – coloque o leite condensado, o creme de leite sem soro e o suco de maracujá coado. Bata por uns bons 3 ou 4 minutos. Coloque em tigelinhas individuais ou em um refratário pequeno. Leve à geladeira e deixe por uma ou duas horas até o momento de servir. Très facile!

Bon appétit!

Glossário para iniciantes perdidos:

  • Retirando o soro do creme de leite – já coloquei essa dica aqui. Mas não custa repetir. Para retirar o soro do creme de leite, coloque a lata no freezer da sua geladeira e deixe lá por uns 30 minutos. Retire, abra a lata, faça uma fenda na lateral até o fundo com uma faquinha para abrir um caminho. É por ele onde o soro irá escorrer.

Dica:

Para fazer uma “média” com as visitas e com as pessoas que você gosta, use a casca do próprio maracujá e sirva a mousse dentro, como na foto que publiquei. Além disso, separe umas sementinhas de maracujá para enfeitar. E nada de colocar gelatina. Algumas mousses pedem este ingrediente, mas na de maracujá não se faz necessário.

Curiosidades:

Mousse, mouse, musse. São muitas maneiras de se falar e fazer. A mousse, do francês La mousse (espuma), é uma espécie de sobremesa cremosa feita originalmente de ovos ou nata em combinação com outros ingredientes que lhe dão sabor, como o chocolate ou frutas.

A mousse de chocolate, por exemplo, é um prato tradicional da França, servido na maioria dos restaurantes. A receita teria sido inventada no início do século XX pelo artista francês Henri de Toulouse-Lautrec que a chamou originalmente de “maionese de chocolate”.

Faça também:

CUISINEZ FÁCIL: Mousse de Chocolate

Read Full Post »

Prática, econômica e gostosa! Esses são três adjetivos que combinam bem com esta receita que Cuisinez Fácil traz hoje ao seleto grupo de leitores. Como o objetivo desta página é facilitar sua rotina na cozinha nada melhor do que fazer esta gelatina incrementada – o spumone não passa disso.

Sendo assim, da próxima vez que fizer gelatina acrescente mais alguns ingredientes e dê um toque de sofisticação para esta sobremesa. Surpreenda suas visitas e, ao invés de servir uma singela gelatina sirva um spumone.

Vive la bonne cuisine!

io

Imagem: Joannes Lemos

Spumone de Morango: receita prática para adoçar seu pós-refeição



Tire da despensa:

2 caixinhas de gelatina de morango

1 lata de creme de leite (sem soro)

1 lata de leite condensado

½ caixinha de morango (opcional)

Mão na massa:

Prepare a gelatina de acordo com as instruções do fabricante – para quem não sabe o modo de fazer está na própria caixinha. Depois que a gelatina ferver, coloque-a no liquidificador e junte o creme de leite sem soro e o leite condensado. Bata bastante. Depois, coloque os morangos e bata grosseiramente (a intenção é deixar pequenos pedaços).

Coloque em um refratário e leve à geladeira até adquirir breve consistência. Se preferir, coloque em taças individuais. O spumone se formará em camadas: por baixo fica uma leve crosta de gelatina e por cima uma leve camada aerada, como se fosse uma espuminha mais durinha.

Só isso?? Simmmmmm!!

Bon appétit!

Glossário para iniciantes perdidos (requentado de outro post):

Retirando o soro do creme de leite – já coloquei essa dica aqui. Mas não custa repetir. Para retirar o soro do creme de leite, coloque a lata no freezer da sua geladeira e deixe lá por uns 30 minutos. Retire, abra a lata, faça uma fenda na lateral até o fundo com uma faquinha para abrir um caminho. É por ele que o soro irá escorrer.

Dica:

Você pode variar o sabor do spumone. Por exemplo: se fizer com gelatina de abacaxi, use pedacinhos desta fruta também. Se usar gelatina de maracujá, use sementes do próprio e misture no composto logo após bater no liquidificador.

Para dar um charme especial à sobremesa, eu reservei uns morangos para colocar por cima do spumone – eu optei por taças individuais. E ao lado do morango coloquei uma singela folha de hortelã. Quem disse que a gente não come com os olhos também?

Curiosidades:

Em muitas receitas de spumone é indicado usar claras em neve no composto. Facilite sua vida: dispense as claras e seja feliz.

Faça também:

CUISINEZ FÁCIL: Torta Trufada de Morango

CUISINEZ FÁCIL: Torta Trançada de Frutas

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: