Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \23\UTC 2011

Eu tenho certeza que esta receita que Cuisinez Fácil apresenta hoje fará certos níveis de sucesso no encerramento da sua refeição. A receita é, literalmente, simples. Confesso que não sou muito fã de chocolate branco. Prefiro o pretinho ao leite ou meio amargo. Mas, abrir concessões de vez em quando não mata ninguém, não é verdade? Ainda mais em se tratando de comida. Então, caneta e papel na mão porque lá vem receita básica.

Vive la bonne cuisine!

jo

Imagem: Joannes Lemos

Mousse de Chocolate Branco com lascas de chocolate meio amargo: hummm!


Tire da despensa:

– 300 gramas de chocolate branco

– 500 ml de creme de leite fresco

– 150 gramas de lascas de chocolate meio amargo

Mão na Massa:

Pique o chocolate branco finamente e derreta-o em banho-maria. Bata o creme de leite fresco vigorosamente até que fique firme e não se desprenda do batedor (fuê). Coloque 100 ml do creme batido em uma tigela e leve o restante para gelar. Despeje o chocolate derretido sobre os 100 ml de creme e bata vigorosamente com o batedor.

Depois, acrescente levemente o restante do creme batido, com ajuda de uma espátula flexível. É importante adicionar com bastante cuidado para não deixar sair do ponto que o creme de leite havia adquirido. Distribua a mousse em taças individuais até metade e leve para gelar por no mínimo 3 horas. Se você tiver uma cozinha com poucos utensílios, coloque a sobremesa em um refratário.

Tire a mousse da geladeira 30 minutos antes de servir, para não ficar muito fria, e espalhe por cima as lascas de chocolate meio amargo.

Bon appétit!


Glossário para iniciantes perdidos:

  • Creme de leite fresco: “Afinal, o que é o creme de leite fresco?”. “Onde consigo encontrá-lo?”. Essa dúvida cruel também pairou por muito tempo em minha cabeça, até que descobri em uma conversa descompromissada com uma amiga nutricionista que creme de leite fresco é vendido nos supermercados com o nome “creme de leite pasteurizado”. Agora sim, hein!! Geralmente ele é vendido em garrafinhas de plástico na cor branca (as embalagens mais adequadas para conservá-lo). O creme de leite fresco é, sem medo de errar, o mais saboroso de todos da sua família, sendo o único capaz de fazer o verdadeiro chantilly. O creme de leite fresco deve ser mantido resfriado, sempre. Então, saiu do supermercado com ele na sacola, vá direto pra sua casa guardá-lo.
  • Banho-maria: Essa técnica é muito utilizada no derretimento de chocolate, pois o mesmo não pode ser submetido à temperaturas elevadas demais. Como ocorre? Coloque uma panela com água no fogo, a uma temperatura de aproximadamente 120° a 150° (o que representa um fogo baixo). Dentro desta panela, coloque outra panela menor com o chocolate dentro. O calor da água é quem vai derreter o chocolate. Esse processo é lento e exige paciência.

Outra maneira de derreter o chocolate é levando-o ao micro-ondas. Coloque em um recipiente apropriado para este tipo de aparelho. Programe 40 segundos, retire e mexa. É necessário mexer, pois o calor do chocolate ajuda a derreter as outras partes. Nesse primeiro estágio não derrete muito. Leve novamente ao micro-ondas e programe 30 segundos. Retire e mexa bem para o calor se espalhar. Nesse segundo estágio o chocolate já derrete completamente. Se observar umas pelotinhas mexa mais para ajudar a derreter.

Dica:

Para facilitar a preparação do creme de leite, coloque-o na tigela onde ele será batido, leve à geladeira e deixe lá por 15 minutos, para em seguida iniciar o processo.

Curiosidades:

Afinal de contas: chocolate branco é ou não é considerado chocolate? Alguns dizem que sim, mas muitos dizem que não. Na verdade, o chocolate branco não poderia ser chamado “chocolate”, pois não possui em sua fórmula o licor de chocolate. O chocolate branco (aquele bom, não vamos levar em conta as marcas medíocres) contém manteiga de cacau, açúcar, derivados de leite, entre outros. As marcas mais baratas contêm gordura vegetal no lugar da manteiga de cacau, só pra piorar.

Resumo da ópera: chocolate branco é composto de manteiga de cacau, e não de cacau. Mas, mesmo assim, não deixa de ser gostoso.

Faça também:

CUISINEZ FÁCIL: Mousse de Maracujá

Anúncios

Read Full Post »

Vamos começar 2011 seguindo os princípios básicos de Cuisinez Fácil, que é o de apresentar uma receita simples ao seleto grupo de leitores. Esta receita de Farofa de Bacon com Banana não tem mistério nem grandes dificuldades. Os ingredientes são simples de encontrar, e o preparo simples e rápido.

Comece seu ano acessando o blog e, ainda, partilhando aquilo que você faz na cozinha. Se tiver alguma receita que queira mostrar mande a foto do prato para joannes.receitas@gmail.com. Tenha certeza que a receita será bem visualizada, afinal Cuisinez Fácil teve mais de 7 mil visitas em 2011. Vamos à receita?

Vive la bonne cuisine!

jo

Imagem: Joannes Lemos

Farofa de Banana: direto da República das Bananas para sua mesa



Tire da despensa:

– 1 xícara (de chá) de farinha de mandioca
– Banana nanica ou prata cortada em cubos pequenos
– 2 colheres (de sopa) de cebola picada bem fina
– 1 colher (de sopa) de manteiga
– 1 dente de alho ralado
– 1 colher (de sopa) de azeite
– 1 xícara (de chá) de bacon picadinho
– ½ xícara (de chá) de linguiça calabresa defumada picadinha
– Sal e cheiro verde a gosto
– cebolinha francesa a gosto

Mão na Massa:

Refogue o bacon e a linguiça no azeite e na manteiga. Junte a cebola e o alho e quando estiverem dourados acrescente a banana. A quantidade de banana é a gosto, mas para esta quantidade de farinha eu usei três da prata grandes. Frite rapidamente para não desmanchar as bananas. Em seguida coloque a farinha e mexa até dourar, sempre tomando cuidado para não desmanchar as bananas. Desligue o fogo e tempere com uma leve pitada de sal. Espalhe a cebolinha francesa.

Bon appétit!

Glossário para iniciantes perdidos:

  • Cebolinha francesa: conhecida também como ceboulette, a cebolinha francesa é uma espécie diferente da cebolinha que normalmente utilizamos em nossas cozinhas. Ela possui um sabor mais delicado que a cebolinha comum. Desta forma ela é muito utilizada pelos grandes chefs internacionais, não só para condimentar como também para decorar os pratos. Por isso, inove! Deixe um pouco de lado a cebolinha tradicional e utilize também a cebolinha francesa. A noté?

Dica:

Ao final do preparo, se preferir, você pode acrescentar uva-passa (também a gosto). Pimentão também dá um sabor diferenciado, e, caso goste, acrescente um quarto da hortaliça (pode ser verde, vermelho ou amarelo).

Curiosidades:

A banana é mencionada em documentos escritos, pela primeira vez na história, em textos budistas de cerca de 600 a.C.. Sabe-se que Alexandre, o Grande comeu bananas nos vales da Índia em 327 a.C.. Só se encontram, porém, plantações organizadas de banana a partir do século III d.C. na China. Em 650, os conquistadores islâmicos levaram-na para a Palestina. Foram, provavelmente, os mercadores árabes que a divulgaram por grande parte de África, provavelmente até à Gâmbia. A palavra banana teve origem na África Ocidental e, adotada pelos portugueses e espanhóis, veio a ser usada, por exemplo, na língua inglesa.

Faça também:

CUISINEZ FÁCIL: Sanduichinho com Linguiça e Manjericão

Read Full Post »

Pouco antes da virada do ano eu havia pensado em fazer um post para mostrar alguns números alcançados por Cuisinez Fácil em 2010, seu ano de estreia. Porém, antes que isso acontecesse – e antes que a preguiça e falta de tempo permitisse – recebi um email da equipe de estatísticas do Word Press – carinhosamente autodenominada “Duendes das Estatísticas”.

Achei particularmente interessante uma analogia feita pelos Duendes do Word Press: em 2010 esse blog que dá vontade de comer recebeu 7.027 visitas (isso eu já sabia, pois acompanho os números todos os dias). De acordo com a equipe do site esses números encheriam quase 17 Boeings 747-400, pois cada aeronave dessas transporta até 416 passageiros. Nada mal para o primeiro ano!

O dia mais ativo de Cuisinez Fácil foi em 23 de Dezembro passado, antevéspera de Natal, quando 214 glutões procuraram receitas neste espaço, sendo que neste dia a receita mais acessada foi Pavê de Limão. Boa parte dos cozinheiros de plantão vem parar aqui depois de buscas no Google, mas Orkut e Twitter também colaboraram nos números.

Confira o Top 5 de Cuisinez Fácil com as respectivas visualizações:


1 Pavê de Limão: 1071 

 



2 Delícia Gelada de Uva: 728 

 



3 Pavê de Wafer Bis: 572 

 



4 Mousse de Chocolate: 338

 

 


 

 

5 Carne de Panela: 115 

 

E como brasileiro é curioso, a página O AUTOR, onde eu me apresento com a linda foto do meu rosto (risos) recebeu 112 visitas. Agora a meta pra 2011 é bater estes números, e o que conta a favor é o mês de janeiro pra turbinar as estatísticas, já que em 2010 estreamos em fevereiro, ou seja, esse ano o blog terá um mês a mais para contabilizar. E o que se pode concluir analisando os números? Que, assim como eu, os leitores de Cuisinez Fácil são um bando de formigas. Adoramos doces!!!

Espero a visita de vocês também neste ano.

Rendez-vous!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: